20 de ago de 2015

Operador agredido ganha processo por danos morais


            Na Audiência de Instrução e Julgamento do dia 22/06, do Operador de Tráfego, Luís Carlos Aparecido Marcolino, lotado na GOB, que foi agredido por munícipe infrator de trânsito em 2012, juíza dá parecer favorável ao operador.
        A DR retomou o processo, que foi acompanhado pela advogada Fabres Delmondes, que em toda fase processual a Diretoria de Representação esteve presente.
        A Juíza de Direito Eliana Adorno de Toledo Tavares, da 2ª Vara do Juizado Especial Cível – Vergueiro – Foro Central Juizados Especiais condenou o réu a pagar R$ 28.960,00 a título de danos morais.

        Nunca na história da CET obtivemos um resultado tão positivo e valoroso. A Diretoria de Representação agradece ao empenho profissional da advogada Fabres e que isto sirva como lição e exemplo a todos.